quinta-feira, março 13, 2008

Vinte e um quadros poéticos para uma exposição



No âmbito da iniciativa “A Poesia Está na Rua” inaugurou no Centro Cultural de Vila das Aves, no passado dia 7 de Março, a exposição “Vinte e um Poetas” de Avelino Leite, onde o pintor retrata 21 poetas portugueses.

O décor, a disposição dos quadros, o enquadramento textual, a luminosidade da sala, a beleza discreta dos retratos, a subtileza do traço e dos perfis dos poetas retratados bem como a suavidade das cores contribuem para uma atmosfera calma e favorável à leitura dos placares com os poemas em fundo.

Falámos com o pintor que se mostrou também muito agradado com a exposição e as soluções encontradas. Sobre a génese dos seus quadros confessou-nos que não foi de modo algum o lado poético dos autores que o estimulou mas, sobretudo, o carácter peculiar dos traços, os perfis angulosos, as sombras e transparências, o desenho revolto das barbas e cabelos que configuram as máscaras mais conhecidas destes poetas.

Revelou-nos a sua predilecção pelo perfil de Antero de Quental cujo retrato é de facto um dos mais enigmático. Certo é que, vendo e revendo estes rostos e estas “máscaras” estão lá os traços, as subtilezas e as sublimações poéticas do pintor Avelino Leite e não tanto os dos poetas.


Nota: a exposição de Avelino Leite estará patente no Centro Cultural de Vila das Aves até dia 21 de Março de 2008 e não até dia 11 de Abril como erradamente é referido na edição impressa do Entre Margens.

Sem comentários: